Pandemia x pequenos negócios

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) mexeu com o funcionamento de mais de 5 milhões de pequenas empresas no país, o equivalente a 31% do total. Já outras 10,1 milhões (58,9%) tiveram de interromper suas atividades temporariamente. Isso é o que mostra uma das pesquisas do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O estudo intitulado “O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios” mostra ainda que a situação financeira da maioria das empresas brasileiras (73,4%) já não estava boa antes mesmo da pandemia, pois quase a metade (49%) respondeu que as finanças estavam razoáveis e 24,4% disseram que estavam ruins.

Os pequenos negócios do Brasil que estão enfrentando dificuldades devido à crise da Covid-19 estão buscando soluções para suas finanças. Agora eles têm, por exemplo, a opção de solicitar capital de giro durante a pandemia por meio da linha de crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Na terça-feira, dia 16 de junho, a Caixa Econômica Federal começou a operar nesta ação. Serão disponibilizados R$ 3 bilhões em capital de giro. Podem participar microempresas com faturamento até R$ 360 mil no ano, empresas de pequeno porte que têm faturamento até R$ 4,8 milhões ao ano e microempreendedores individuais (MEI).

As operações de crédito do programa do governo federal podem ser utilizadas para realizar investimentos, como adquirir máquinas e equipamentos e realizar reformas ou para despesas operacionais como, por exemplo, salário dos funcionários, pagamento de contas (água, luz, aluguel), compra de mercadorias, entre outros.

O governo federal anunciou R$ 15,9 bilhões de recursos dedicados ao programa. O limite do empréstimo por empreendimento é equivalente a 30% do faturamento da empresa em 2019. A taxa de juros máxima é de Selic mais 1,25% ao ano. O prazo máximo de pagamento das operações contratadas é de 36 meses, sendo oito meses de carência para começar a pagar e financiamento em 28 parcelas.

As operações devem ser contratadas até o dia 19 de agosto, sendo prorrogável por mais três meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.